BernaEuropaRoteirosSuíça

Roteiro de viagem na Suíça: Berna em 1 dia

Impossível não se encantar com a capital da Suíça (isso mesmo, engana-se quem acha que a sede nacional é Genebra ou Zurique). Pequena, acolhedora, organizada, agradável. Seja qual for o adjetivo escolhido, certamente ele poderá ser usado para descrever Berna, cujo Centro Histórico foi declarado Patrimônio da Humanidade pela Unesco. Um dia é suficiente para conhecer as principais atrações da cidade. Porém, se você tiver um dia a mais, clique aqui e veja o nosso roteiro de viagem para 2 dias em Berna.

Comece sua visita pegando um Tram (Bonde) para a Bahnhof Bern (Estação Central de Berna) que fica bem no coração da cidade. Em frente à estação está a Bahnhofplatz (Praça da Estação), ponto de ligação dos diferentes meios de transporte. Aproveite para admirar a bela arquitetura ao redor.

Os pontuais Trams são uma boa opção para se locomover rapidamente por Berna

DICA: O Centro Histórico é facilmente explorado a pé, mas quando precisamos de um transporte, optamos pelos Trams, que possuem linhas para todas as regiões da cidade e funcionam literalmente como um “relógio”. Em cada parada você vai encontrar, além das máquinas para comprar as passagens, painéis que indicam quanto tempo falta para o próximo bonde. Acredite, quando o painel mostrar que o Tram está para chegar, você já o verá!

Caminhe pela Rua Spitallgasse, a principal de Berna. É uma rua de calçamento e carros não podem passar por ela. Mas fique atento, ela é cortada por linhas de bondes que trafegam nos dois sentidos, então cuidado para não ser atropelado. Não tenha pressa, siga admirando as construções em arenito, as lojas de chocolates e de lembrancinhas. As ruas principais do Centro Histórico são repletas de fontes. Não é por acaso que Berna é conhecida como “A Cidade das Fontes”.

A assustadora fonte que tem a escultura de um Ogro devorando uma criança

Cada uma delas tem um personagem diferente e uma história. A que mais chamou nossa atenção foi a de um Ogro comendo uma criancinha. Um pouco assustadora! Mas todas elas são belíssimas e dignas de muita atenção aos detalhes.

DICA: Todas as fontes possuem água potável, fresquinha e gelada. Então, não gaste dinheiro à toa. Basta ir reabastecendo sua garrafinha.

Siga até a Rua Marktgasse, centro de compras de Berna, repleta de lojas, cafés e restaurantes. Em uma dessas lojas aproveitamos para comprar os famosos Canivetes Suíços, você vai vê-los por toda parte. Observe as calçadas cobertas. Além de apresentarem um visual magnífico, fazem desta uma das maiores ruas de comércio cobertas do mundo. Para nós pedestres isso é ótimo, pois é uma proteção contra sol forte ou chuva! Continue aproveitando o passeio até chegar ao Zytglogge.

ZYTGLOGGE: Este é o ponto turístico mais marcante de Berna. Sua torre já foi usada como torre de guarda e prisão. Possui um relógio que marca as horas e um relógio astronômico que indica o mês, o signo do zodíaco e a lua. Turistas se aglomeram ali quatro minutos antes de cada hora cheia, quando bonecos mecânicos como galos, ursos e outras figuras cantam e fazem apresentações até o momento das badaladas. É possível subir na torre e ver o mecanismo por dentro, além de ser premiado com uma linda vista da cidade.

A partir do Zytglogge a rua passa a chamar-se Kramgasse, repleta de edifícios históricos. O mais marcante para nós fica no número 49, a Einsteinhaus (Casa de Einstein). Era ali que o físico vivia quando desenvolveu a Teoria da Relatividade. Hoje é um museu, mas uma visita a ele ficará para uma próxima oportunidade.

Siga para a rua paralela para visitar a Münsterplatz ( Praça da catedral) e é claro a belíssima Münsterkirche (Catedral de Berna).

A Catedral da cidade é parada obrigatória durante o passeio

MÜNSTERKIRCHE: Assim como as fontes da cidade, a catedral é uma verdadeira preciosidade. Uma das coisas que mais chamou nossa atenção foi a porta principal, pois nela foi esculpida uma obra-prima que representa o Juízo Final. Do lado esquerdo está o Inferno, com os condenados, e do lado direito o Céu, com os absolvidos. A visita não para por aí. Se você estiver disposto a enfrentar uma escada em formato de caracol, será presenteado com uma vista estonteante da cidade.

MÜNSTERPLATZ: A Praça da Catedral é cercada por edifícios. Mas, explore toda a volta da igreja, pois em um dos lados você irá se deparar com uma área aberta, com bancos para relaxar e descansar um pouquinho. O mais importante é que esta área parece um terraço, com um beiral de onde você terá uma vista de tirar o fôlego para o Rio Aar. Paramos ali e temos que confessar que a parte mais difícil foi nos convencer de que já havíamos admirado bastante o cenário e que era hora de continuar o passeio!

Pista de patinação no gelo montada em frente ao Parlamento suíço

Saindo da Praça da Catedral, siga por uns 550 metros na Herrengasse e admire o belíssimo edifício Bundeshaus (Parlamento Suíço). Ao lado do Parlamento está a movimentada Bundesplatz, repleta de bares e restaurantes. Você pode descansar um pouco e fazer uma refeição para recarregar as energias. Dependendo da época do ano, ali é montada uma pista de patinação no gelo. É uma experiência bastante divertida. Nós garantimos!

DICA: Dê uma voltinha na praça bem ao lado, a Bärenplatz (Praça dos Ursos).

Pegue um Tram direto para o Rosengarten (Jardim das Rosas). A linha 6 vai deixar você bem na entrada. É um parque público com entrada gratuita que fica no alto de um penhasco, sendo privilegiado, portanto, com uma das mais belas vistas da cidade. Passeie pelos jardins e se deleite conhecendo as mais de 200 variedades de rosas que existem ali.

Depois, desça a ladeira para chegar ao Bärengraben (Parque dos Ursos), que são o símbolo da cidade. Aliás, não se espante se durante o passeio pela cidade você se deparar com várias estátuas em homenagem a eles. Dedique um pouco do seu tempo para admirar os animais brincando, mergulhando e se divertindo.

A ponte Nydeggbrücke sobre o Rio Aar

Vá então para a ponte Nydeggbrücke, a principal da cidade. Impossível encontrar palavras para descrever o cenário que você vai encontrar ali. Para qualquer lado que você olhar, as casas, prédios e construções típicas irão surpreender com cenários magníficos. Sem falar do Rio Aar que passa por baixo da ponte e corta toda a região com águas de uma cor indescritível. É de tirar o fôlego.

Aquelas imagens ficaram gravadas nas nossas retinas por um longo tempo! OK, soa meio dramático isso, mas quando você se deparar com a vista vai entender. Uau. E se você estiver lá no verão, provavelmente verá pessoas nadando nas águas cristalinas do Rio Aar e fazendo “picnic” ao longo das margens.

Atravesse a ponte e siga pela Rua Gerechtigkeitsgasse (até hoje não conseguimos pronunciar esse nome…), cheia de lojas, restaurantes, bares e cafés, e onde você encontrará o lugar perfeito para terminar a visita a Berna. Lembre-se de que se continuar subindo esta rua, ela vai apenas mudando de nome, e você chegará novamente no Zytglogge.

 

Veja outra opção de roteiro em Berna:

Roteiro de viagem Suíça: BERNA EM 2 DIAS

 

Autores: Fábio Trindade e Tiago Stachetti

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *