AméricasDestaquesEstados UnidosMiamiNotíciasOrlando

Como ter internet nos Estados Unidos: Testamos o chip da EasySim4U e contamos tudo sobre o serviço

Já se foi a época em que viajar ao exterior era sinal de dias ou semanas sem internet – ou no máximo ficar conectado só no hotel, no fim do dia. Afinal, agora temos inúmeras opções para nos manter conectados em qualquer lugar do mundo – com direito a postagens em tempo real nas redes sociais, o que a maioria dos viajantes adora fazer, convenhamos.

Uma das opções mais procuradas atualmente é comprar chips ainda no Brasil de operadoras com parcerias com empresas de telefonia em diversos países. Assim, basta um único SIM Card para ficar o passeio todo ligado. Esse é o caso do chip da EasySIM4U, uma revendedora autorizada da T-Mobile que promete internet ilimitada em 140 países com um mesmo cartão.

Nós testamos o serviço deles na Europa em junho de 2017, passando por cinco países (França, Itália, Espanha, Holanda e Reino Unido), e contamos como foi a experiência (um pouco traumática) aqui.

Aliás, nós já liberamos inúmeros Vlogs desta viagem lá no Youtube e você pode conferi-los aqui:

FRANÇA

ITÁLIA

Voltando ao assunto da internet, apesar dos inúmeros problemas que tivemos, decidimos testar o chip da EasySIM4U também nos Estados Unidos, pois sempre nos falaram que lá o sinal era melhor – afinal, a T-Mobile é dos EUA e a promessa da empresa é 4G ilimitado. Fora dos States (e do Canadá), o serviço oferecido é 2G – ou quase nada.

Importante: além dos Estados Unidos (Orlando, Fort Lauderdale e Miami), nosso roteiro incluía Ocho Rios (Jamaica), Cozumel (México) e Labadee (Haiti). Ou seja, nossa ideia era ter internet em todos esses lugares sem precisar ficar trocando o chip.

O COMEÇO

Então vamos lá, hora de contar como foi a nossa segunda experiência com a EasySIM4U. Solicitamos 3 Chips, dois para um celular e um para outro, pois recebemos 3 SIM Cards promocionais com 2 dias de internet grátis. E, depois dos dias gratuitos, compraríamos dias adicionais para ter internet durante toda a viagem. Custa 2 dólares por dia extra quando se tem este chip. Quando você compra pela internet um pacote, sai por 1 dólar cada dia adicional.

Chip da EasySim4U recebido como promoção de uma revista de turismo. 
Um dos problemas que tivemos na viagem da Europa foi resolvido desta vez: o prazo de entrega. Recebemos os 3 chips dentro do período de 10 dias úteis prometido pela empresa. E conseguimos comprar os dias adicionais (pelo menos na teoria), pelo chat online. Os problemas mesmo começaram no segundo dia de uso da internet, ou seja, já nos Estados Unidos.

Um dos chips funcionou o primeiro dia inteiro e, à noite, simplesmente parou. Aparecia sem operadora e não dava nenhum sinal de internet. Mudamos configurações do celular, recolocamos o chip, tentamos várias coisas – e nada. Como já era muito tarde, fomos dormir e, no dia seguinte, usamos no hotel com Wifi.

Porém, foi só sair do hotel para ver que o serviço não tinha voltado. Restou buscar o chat online de novo (no fim do segundo dia, depois de um dia inteiro sem internet). E foi lá que descobrimos que a EasySIM4U tinha CANCELADO um dos SIM Cards.

Sim, cancelado, do nada. O motivo? O atendente não soube responder. Depois de um bom tempo no chat, o chip foi reativado e como perdemos dias de uso, eles foram acrescentados na franquia. A partir daí, este chip não parou mais de funcionar. Atente-se ao ESTE chip, porque em outro aconteceu a mesma coisa, mais para o fim da viagem.

Exatamente o mesmo problema. Do nada, o outro celular ficou SEM SERVIÇO, aparecia “sem operadora” e nada de internet. Como já tínhamos passado por isso, fomos direto ao chat online. O motivo pelo problema? Mais uma vez sem explicação. Foi preciso mais de uma hora no chat para reativar o chip (feito diretamente pela T-Mobile, segundo a atendente). Um tempo perdido, pois precisávamos da internet para ir aos lugares planejados no dia (nosso único GPS era o do celular).

E tivemos mais um problema quando solicitamos dias adicionais para o terceiro chip. Normalmente, eles mandam um e-mail com o valor, você paga e tudo funciona. A questão é que nunca recebemos o e-mail com os dias a mais para este terceiro SIM Card. Até hoje estamos esperando. Chegamos a desistir e só usamos os dois dias grátis mesmo.

Bom, esses foram os problemas desta vez, o que mostra que atendimento e eficiência passam longe da empresa. Mas vamos a segunda parte, talvez a mais importante: o uso da internet.

FUNCIONAMENTO

Esses são os chips da EasySim4U
Explicamos na nossa crítica sobre o chip da EasySIM4U na Europa que a qualidade do serviço nos países que passamos no Velho Continente é pífia. Durante toda a viagem, tivemos apenas 2G, ou seja, praticamente não funcionou. Não dava para fazer Stories no Instagram, o Mapa (ou GPS) não carregava, entrar em sites era missão quase impossível (dizemos quase porque se você tivesse tempo de esperar 4, 5 minutos para carregar um site, funcionava) e por aí vai.

A boa notícia é que nos Estados Unidos a situação é totalmente diferente. É internet de verdade – como a propaganda afirma. No próprio site, eles prometem 4G ilimitado nos EUA. E pode até ser quem nem sempre seja 4G, mas é bem perto disso. A internet funciona que é uma beleza.

Postamos vídeos no Facebook, fizemos inúmeros Stories todos os dias, os sites abriam normalmente e usamos o GPS literalmente o tempo todo. Orlando, Fort Lauderdale e Miami são lugares imprescindíveis para se alugar um carro, e foi o que fizemos. Ou seja, para qualquer lugar que íamos, usávamos os mapas, Waze, etc. E nunca ficamos na mão nos EUA.

Ao contrário. Muitas vezes o Wifi do hotel ficava lenta demais e era melhor desabilitar a rede e usar o chip, porque a internet era mais rápida. Sem contar que temos que acessar nosso canal no Youtube o dia inteiro e pudemos fazer isso sem nenhuma dor de cabeça.

NEM TUDO SÃO FLORES

Mas a prova de que a EasySIM4U é boa apenas nos EUA veio quando embarcamos em um cruzeiro. Os viajantes que nos acompanham nas redes sociais (se você ainda não acompanha, segue a gente lá no Instagram e curta a nossa página no Facebook) viram que fomos ao Caribe com o maior cruzeiro do mundo agora em Outubro, o Harmony of the Seas.

Mensagem da T-Mobile sobre o serviço oferecido no Caribe ser apenas de 2G
Ou seja, todos os destinos visitados durante a semana que ficamos no navio eram fora dos Estados Unidos. No caso, Jamaica, México e Haiti. E nos três lugares a internet funcionou apenas como 2G, exatamente como na Europa. Stories no Instagram nem pensar, ou qualquer outra coisa que fosse mais pesada do que mandar uma mensagem de texto.

Aliás, a única coisa que funcionava mesmo nesses lugares era o Whatsapp, desde que fosse conversas por escrito e não por áudio. Gravar um áudio com mais de 30 segundos já exigia bons minutos de espera para ele ser entregue. Na Jamaica, até postar foto no Instagram exigiu paciência. No México (no caso, na ilha de Cozumel) deu para usar o Waze, mas o Mapa do Google não abria.

Mensagens recebidas da T-Mobile sobre uso do pacote e cobrança extra
Outra coisa curiosa é que recebíamos com frequência mensagens dizendo que nosso pacote de dados tinha acabado e que qualquer uso depois daquilo seria cobrado. Entendemos que isso não era real e continuamos usando a internet, já que o serviço contratado é ilimitado. E, até o momento, não veio nenhuma cobrança. Mas que é estranho receber isso, é estranho.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Sem dúvida vocês já entenderam a nossa opinião. Mas só para finalizar, a internet nos EUA é boa sim. Se você quer sair do Brasil conectado e vai ficar só por lá, fica como opção a EasySIM4U. Na Europa e qualquer outro lugar fora dos States (e Canadá), não vale a pena. É melhor comprar com operadoras locais. Porém, mesmo nos EUA, analise primeiro os preços.

Para ter internet na viagem toda (em um único chip), gastamos 38 dólares para 21 dias (lembrando, porque já tínhamos um chip gratuito com 2 dias e compramos 19 dias extras). Pelo site, para o mesmo período, sairia por 61 dólares (US$ 60 por um plano de 20 dias para EUA e Canadá + US$ 1 por um dia extra – com direito a ligações e torpedos). Ou seja, um valor MUITO alto.

Na própria loja da T-Mobile, nos EUA, eles vendem chips de 2 GB por 30 dólares, com direito a ligações gratuitas para o país todo. É um chip feito exclusivamente para turistas, tanto que nas lojas existem placas na frente com a propaganda: SIM FOR TOURISTS.

Aí fica a seu critério. Sem internet, entretanto, só fica mesmo quem quer dar um descanso das redes sociais 😊

 

Veja mais:

Conheça os melhores restaurantes da Disney.

Confira outras matérias sobre os Estados Unidos.

Temos também roteiros pela Europa aqui.

Inscreva-se no nosso canal no Youtube.

Não deixe de curtir a nossa página do Facebook.

Ficou com alguma dúvida ou quer sugerir algum tema, entre em contato com a gente.

 

Autores: Fábio Trindade e Tiago Stachetti

Fábio Trindade

Jornalista e viajante profissional @fatrindade

3 thoughts on “Como ter internet nos Estados Unidos: Testamos o chip da EasySim4U e contamos tudo sobre o serviço

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *